Neurons Hammer "Martelando os Neuróneos" Nestes blogs, além dos assuntos relacionados com a minha vida privada, encontro também, espaço para tecer reflexões de vida, de interesse social, criticando e sugerindo soluções para o País

23
Set 13
De facto o assunto levantado é muito interessante. A inquietação da parte de nós que somos socialmente aceites como normais (heterossexuais) é enorme. Que susto!!! Porém, o nosso argumento tem um suporte não universalista. Eu por exemplo, para condenar o casamento homossexual apoio-me da Bíblia e dos meus valores culturais e crenças dos "shanghaanes" que eu sou. A minha construção social baseou-se em princípios paternalistas ou patriarcais onde o homem (masculino) deve cruzar-se com a mulher (femenino) para fins de reprodução, gerar mais filhos e, em contrapartida, os homossexuais estão contrapondo essa natureza e princípios de continuidade de gerações futuras, limitando-se em alimentar a incupiscência da sua carne (desejos e prazeres carnais), são egoistas!!! Verdade ou mito, querendo como não, como eu vinha tecendo o meu fio de pensamento, quando revisitamos a legislação moçambicana, o governo só recente dar um aval ao pedido da LAMBDA porque a nossa legislação é aberta a esse tipo de coisas, isto é, é vulnerável a muitas práticas que entram em choque com as nossas crenças!!! Por exemplo, a Constituição da República, quando fala da "laicidade do Estado", é visto que sugeita o Estado a diversidade de crenças, sem querendo dizer com isso que, a homossexualidade seja uma crença. Estou argumentando que nós como cristãos, maometanos, hindus, religiosos (outras crenças), se não estivermos unidos contra essa prática homossexual, a batata quente vai cair nas mãos do governo, e este, por sua vez, para não violar os direitos humanos, não contrariar a laiciadade do Estado, vai aprovar para agradar os seus patrões do ocidente que apriorí, são os maiores promotores dessa prática pelo facto de terem sido os pioneiros na aprovação desse "erro da construção social". O cristão por exemplo, isolado não pode condenar a prática homossexual no país porque este país é de todos nós, é laico, é inclusivo, respeita os direitos humanos consagragrados na declaração universal dos direitos humanos pela ONU, organização naqual o nosso país é membro. Outrossim, esse assunto eu não consigo desassociá-lo da ideologia de emponderamento da mulher, "igualidade de género". Tudo isso vem inviabilizar o que nós vínhamos acreditando como verdade e correcto na nossa sociedade. Para terminar, posto tudo isso, por mais que não esteja a favor, eu não encontro nenhuma saida para condenar nem estar a favor da LAMBDA. O que posso dizer é que a sua propagação antes da aprovação dos seus estatutos pelo governo é uma violação da lei. Nenhuma organização deve inviabilizar a nossa legislação em nome do endinheiramento. Que a LAMBDA fique a espera da resposta da sociedade moçambicana para no momento oportuno poder operacionalizar os seus intentos caso isso for aceite. NA VERDADE ESTE MUNDO É SODOMÁTICO!!!!
publicado por Julio Khosa às 16:37

Homossexualismo: sim ou não?

Devo eu, fazer filhos, abandoná-los ou "doá-los" para que algum casal homossexual possa adoptá-lo e assim fazer crescer a sua famíla?

E deve, alguma criança, ser diferente das outras, porque tem pai homem e mãe homem? Ou pai mulher e mãe mulher?

Da Lambda como associação à legislação pró-casamentos homossexuais em Moçambique, não irá grande distância.

Estou errado no que digo? Pode ser que sim.

Mas de uma coisa estou certo: digo o que sinto, com a maior correcção possível, em defesa da natureza, que por si, não é hemafrodita e nem "homossexual".

O debate está há muito aberto, mas os animais considerados irracionais, mais "racionais" são nesta matéria, porque sabem que galo com galo, cabra com cabra, e etc., a coisa não funciona.

O direito positivo nacional é (ainda) lacunoso, mas a Constituição da República de Moçambique admite o recurso ao direito consuetudinário para resolver algumas crises sociais, e não conheço alguma tribo moçambicana onde o homossexualismo é practica aceite e reiterada.

Perdoado ou não, pelo pensamento expresso, eu sou apologista da Família Natural: homem + mulher = filhos!

Porque primos, sobrinhos, cunhados e companhia, são resultado da equação pretérita, cujo resultado, Família, pressupõe a existência conjugada de três figuras/sujeitos: pai, mãe e filho(s).

Em Estado de Direito Democrático, o direito de um não deve ferir o do outro, ou o direito da colectividade!

Orlando Jorge Mussaengana*
Advogado e jornalista-Locutor

*Chefe de família: esposo de uma mulher e pai.
Orlando Jorge Mussaengana a 24 de Junho de 2015 às 16:00

Setembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
24
25
26
28

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

comentários recentes
Eu gostava de pedir um espaço (terreno) ao estado,...
Deus saber porque criou raças diferentes, os que s...
Acordem.Deixar essas ideias do marxismo leninismo ...
COMO QUE FICOU O ARQUITECTO DEPOIS DE MANDELA SER ...
Homossexualismo: sim ou não?Devo eu, fazer filhos,...
Olá :)Este blog tem andado muito "sossegado", faz ...
O povo é carneiro, existem pessoa que estão a vive...
Boa tarde, Sr. Sá.Não esperava uma observação emoc...
Agora sim, perfeita e totalmente legível. o tamanh...
Boa tarde, senhor João Sá.De referir que a sua ap...
blogs SAPO
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO